Última hora

Última hora

Italianos tem quatro referendos em dois dias

Em leitura:

Italianos tem quatro referendos em dois dias

Tamanho do texto Aa Aa

Os italianos iniciaram este domingo uma maratona de voto – são quatro referendos em dois dias consecutivos.

Vão pronunciar-se sobre as novas tarifas da água, sobre a privatização da água, sobre o alargamento da imunidade judicial dos titulares de cargos públicos e, finalmente, sobre o programa nuclear.

Mas, por trás destas questões, os analistas dizem que quem está a ser referendado é o governo de Berlusconi.

“Eu espero que este voto contribua para uma crise no governo. O governo não cairá, mas tem que compreender que as pessoas estão a passar por dificuldades”, diz uma eleitora.

Outro eleitor reclama o direito de decidir, por vontade própria:

“Quando alguém, como ele, possui sete televisões, então é difícil informar o povo. Não é uma matéria de direita ou de esquerda, é uma questão de escolha autónoma de coisas importantes”

A coligação que sustenta o governo passa por momentos difíceis e estes referendos podem piorar as coisas.

E, no centro das críticas, está sempre o Primeiro- Ministro.

O desemprego juvenil atingiu os 25 por cento e a dívida ascende já a 120 por cento do produto interno bruto.