Última hora

Última hora

Síria: 15 mil pessoas já fugiram de Jisr al-Shugour

Em leitura:

Síria: 15 mil pessoas já fugiram de Jisr al-Shugour

Tamanho do texto Aa Aa

Depois dos ataques que levaram à fuga de milhares de pessoas, o exército sírio lançou o assalto final e tomou o controlo de Jisr al-Shugour. A cidade parece deserta. Para trás ficam relatos de perseguição, tanto a civis como a soldados que abandonaram as armas.

Jisr al-Shugour fica no noroeste da Síria, perto da fronteira com a Turquia. Contava com 50 mil habitantes, há pouco mais de uma semana. Mas o assalto das tropas já encaminhou cinco mil pessoas para o país vizinho e cerca de dez mil aguardam junto à fronteira.

O primeiro-ministro turco já tinha garantido que não ia fechar as portas aos refugiados e está a ser preparado um quarto campo para acolher mais 2500 pessoas.

Um refugiado conta: “Estão a visar as casas e também dispararam contra nós. As pessoas não podem sobreviver porque estão a queimar as colheitas. Agora, está a tornar-se sectário.”

Um relato retomado por outros refugiados que dizem que o regime está a armar as famílias alauitas – a comunidade minoritária a que pertence o presidente.

A mesma denúncia é feita por uma ONG síria, que avançou um novo balanço da repressão: 1300 civis morreram desde fevereiro.