Última hora

Última hora

Governo sírio convida refugiados a voltarem a casa

Em leitura:

Governo sírio convida refugiados a voltarem a casa

Tamanho do texto Aa Aa

Os campos de refugiados na Turquia estão lotados com cerca de 8.600 sírios que escaparam da repressão do regime.

Os acampamentos estão cercados e câmaras de segurança vigiam os movimentos de seus ocupantes 24 horas por dia. Estas medidas de segurança extrema começaram há três dias, por ordem da delegação do Governo provincial, algo que não agradou os próprios refugiados que se manifestam.

Em Ancara, Hassan Turkmani, emissário especial do Presidente sírio, foi recebido por Erdogan durante a tarde, altura para exortar os refugiados síros a regressarem a casa sob a agrantia de que lá estariam agora em segurança.

“Os nossos cidadãos encontram-se temporariamente na Turquia, mas brevemente voltarão para casa”, declarou.

Os jornais turcos asseguram que entre 8 mil e 10 mil sírios esperam do outro lado da fronteira para fugirem do país.

Mais de metade dos atuais refugiados são crianças, as autoridades turcas instalaram hoje zonas de jogo para acalmar a revolta dos mais pequenos que não hesitam em manifestar contra o presidente sirio, um embaraço para os polícias turcos.

Em Genebra o Conselho dos Direito humanos denunciou mais uma vez a repressão, as execuções sumárias e as detenções arbitrárias.