Última hora

Última hora

Guerra na Líbia regressa à agenda republicana

Em leitura:

Guerra na Líbia regressa à agenda republicana

Tamanho do texto Aa Aa

A NATO retomou os bombardeamentos a Tripoli na noite passada. Os ataques seguem-se à discussão no seio da Aliança Atlântica quanto à capacidade dos aliados para manter uma ofensiva de vários meses.

No terreno, os rebeldes hostis ao Coronel Kadhafi conseguiram conquistar posições em várias batalhas e ganhar terreno numa guerra que dura há quatro meses.

Enquanto isso, nos Estados Unidos surge mais uma dificuldade política. O chefe da maioria republicana na Câmara dos Representantes e presidente da assembleia, John Boehner, alertou o presidente Obama de que a intervenção americana está prestes a cair na ilegalidade. Algumas interpretações da lei defendem que a Casa Branca pode desencadear uma guerra pelo período de 90 dias sem autorização do Congresso. De acordo com John Boehner, o prazo termina no domingo.