Última hora

Última hora

A Terra de olhos postos no eclipse total da Lua

Em leitura:

A Terra de olhos postos no eclipse total da Lua

Tamanho do texto Aa Aa

O primeiro eclipse total da Lua deste ano e o mais longo dos últimos onze anos aconteceu esta noite. A lua escondia-se na sombra da terra, assegurando um espetáculo de uma hora e quarenta minutos em quase todo o globo, exceto no norte e no centro da América.

De Moscovo ao Cairo, muitos ficaram com a cabeça na lua, apesar das nuvens terem tentado estragar a festa.

Um eclipse total da Lua acontece duas vezes por ano. A Terra fica alinhada entre o Sol e a Lua, bloqueando os raios solares. Apesar de “eclipsada”, a Lua continua a ver-se e pode mesmo mudar de cor. Dizem os especialistas que o vermelho escuro resulta das erupções vulcânicas dos últimos meses.

O próximo eclipse total da Lua está previsto para 10 de dezembro, mas em Portugal será preciso esperar quatro anos para ver integralmente o fenómeno.