Última hora

Última hora

Clérigo integrista indonésio condenado a 15 anos de prisão por terrorismo

Em leitura:

Clérigo integrista indonésio condenado a 15 anos de prisão por terrorismo

Tamanho do texto Aa Aa

Um líder islâmico indonésio foi hoje condenado a uma pena de 15 anos de prisão por terrorismo. Abu Bakar Bashir, de 72 anos, é o chefe espiritual da Yemaa Islamiya, considerado o braço da Al-Qaida no sudeste asiático.
 
Bashir reconheceu durante o processo que ajudou a angariar fundos para as atividades da organização integrista. Mas negou que o dinheiro fosse destinado a ações terroristas e declarou-se inocente. O clérigo denunciou o processo como uma conspiração do Ocidente e dos muçulmanos moderados da Indonésia.
 
Cerca de 50 apoiantes do líder religioso manifestaram-se junto ao tribunal. O processo em Jacarta desenrolou-se debaixo de um forte dispositivo de segurança que envolveu mais de três mil militares e agentes de polícia.