Última hora

Última hora

Grécia: Reformas e estabilidade são a solução, diz Papandreou

Em leitura:

Grécia: Reformas e estabilidade são a solução, diz Papandreou

Tamanho do texto Aa Aa

Na Grécia, o primeiro-ministro grego, George Papandreou, anunciou que iria prosseguir com as reformas assim como não abdicaria da procura de consensos entre as várias forças políticas.

Papandreou discursou no parlamento esta quinta-feira à tarde, após várias demissões governamentais durante a manhã que colocaram em risco os esforços para remodelar o executivo e aprovar um novo pacote de medidas de austeridade.

Esta manhã, dois deputados do partido no poder, Pasok, apresentaram a demissão, um ato que vem na sequência do insucesso das conversações desta quarta-feira com vista à formação de um governo de unidade nacional.

“Enquanto o país está a ser conduzido por vias perigosas e o futuro dos nossos filhos está ameaçado, a liderança política continua a optar por uma via de irresponsabilidade e populismo”, afirmou o deputado socialista, Ektora Nasiakos.

A aprovação de um novo plano de austeridade é uma condição imposta pela União Europeia e Fundo Monetário Internacional para a disponibilização da próxima fatia de 12 mil milhões de euros de auxílio financeiro.

As novas medidas incluem mais aumentos nos impostos e cortes da despesa na ordem dos 6 mil e quinhentos mil milhões de euros.

O líder da oposição, Antonis Samaras, afirma que a única saída é a realização de eleições antecipadas. Papandreou discorda e defende a estabilidade e implementação de reformas como única forma de sair da crise.