Última hora

Última hora

As mulheres ao volante de uma revolução na Arábia Saudita

Em leitura:

As mulheres ao volante de uma revolução na Arábia Saudita

Tamanho do texto Aa Aa

Um grupo de ativistas dos direitos femininos lançou um protesto via Internet, na Arábia Saudita, apelando às mulheres para que conduzam a partir de hoje nas ruas do país.

Desde o início do mês que pelo menos duas mulheres foram detidas, ao volante, sem a autorização de circulação atribuída exclusivamente aos automobilistas do sexo feminino.

Uma das iniciadoras do protesto, Manal Alsharif, tinha publicado este vídeo na Internet, ao volante de um carro, no Leste do país.

Um grupo conservador ameaça espancar em público todas as mulheres que ousem conduzir.

Uma ativista explica que não necessita de um homem para poder conduzir um carro, “graças a esta liberdade poderei trabalhar e ocupar-me da casa, conduzir os meus filhos à escola e fazer a minha vida quotidiana, em segurança e sem depender de um taxista ou de um estrangeiro que sirva de motorista”.

Impermeável até agora às revoltas nos países árabes, o regime saudita, continua a travar qualquer reforma. As duas automobilistas detidas foram acusadas de manchar a reputação do país.