Última hora

Última hora

França e Alemanha prometem ajuda à Grécia

Em leitura:

França e Alemanha prometem ajuda à Grécia

Tamanho do texto Aa Aa

Nicolas Sarkozy e Angela Merkel voltaram, esta sexta-feira, a falar da situação grega.

Exactamente no mesmo dia em que, em Atenas, era empossado o novo governo helénico.

A conversa pode não ter sido fácil, mas no final, surgiram os dois com uma posição concertada. Sarkozy garantiu que o empenhamento das duas potências é total:

“O envolvimento da França, assim como da Alemanha, na defesa da estabilidade do Euro é total”.

Um acordo difícil, mas que finalmente foi conseguido.

Os mercados exigiam-no e estavam a reagir mal aos constantes adiamentos.

Em Atenas, entretanto, o novo governo de George Papandreou tomou posse e prestou juramento.

O Primeiro-Ministro vai agora sujeitar ao parlamento uma moção de confiança, esperando que os deputados deixem passar o seu executivo.

Uma das figuras que mereceu mais curiosidade foi Evangelos Venizelos, o novo ministro das Finanças. Ele promete resgatar a Grécia, desta situação delicada:

“O país deve ser salvo e vai ser salvo. Deve reagir a esta dominação fiscal e económica. Deve livrar-se deste vendaval”.

Mas não parece que a figura e as intenções do novo ministro das Finanças sejam suficientes para travar a onda de agitação social, em que vive a Grécia, desde há um ano.

Protestos que já provocaram uma crise política no governo dos socialistas do PASOK.