Última hora

Última hora

Marrocos: Povo celebra reforma constitucional

Em leitura:

Marrocos: Povo celebra reforma constitucional

Tamanho do texto Aa Aa

Em Marrocos milhares de pessoas vieram para as ruas festejar, após o rei Mohammed IV ter anunciado uma reforma constitucional que reforça os poderes do primeiro-ministro, que passará a ser designado presidente do governo, e alarga o campo de competências do Parlamento.

“Foi um discurso histórico e cheio de entusiasmo, que trás reformas para o país. Estamos com o rei”, disse um cidadão.

A revisão constitucional prevê ainda que a língua berbere, falado por uma grande parte da população, seja considerada, como o árabe, língua oficial de Marrocos.

“Sim à constituição da língua berbere em igualdade com a árabe”, gritou entusiasmada uma mulher.

O projeto constitucional vai ser submetido a um referendo, previsto para o dia 1 de julho.

“Segundo a constituição, o primeiro-ministro passa a ser o chefe do governo, e o poder executivo será exercido pelo partido político que ganhe maioritariamente as eleições por escrutínio direto”, referiu Mohammed IV no seu discurso.

Apesar das mudanças, a nova Constituição continua a preservar importantes prerrogativas políticas do soberano marroquino, bem como o seu estatuto de Comandante dos Fiéis, a principal autoridade religiosa do reino.

O projeto prevê ainda a supressão da disposição que atribui caráter “sagrado” à figura do rei