Última hora

Última hora

Grécia: Primeiro-ministro pede acordo nacional para ultrapassar crise

Em leitura:

Grécia: Primeiro-ministro pede acordo nacional para ultrapassar crise

Tamanho do texto Aa Aa

O primeiro-ministro grego, Georges Papandreou, pediu hoje o acordo nacional dos partidos políticos e um voto de confiança do Parlamento para ultrapassar a crise num momento que considera crucial para o país.

Papandreou solicitou uma moção de confiança ao novo governo, nomeado na sexta-feira, para obter luz verde à adoção de novas medidas de austeridade.

Um dirigente da oposição, respondeu que o seu partido não daria um voto de confiança ao governo. Contudo Papandreou, no Parlamento grego, tem uma maioria absoluta de 155 deputados num total de 300.

O plano orçamental do novo ministro das Finanças, Evangelos Venizelos, deve ser adotado até ao final do mês para convencer os credores do país a continuarem a dar ajuda financeira.

“Vai conseguir. É o melhor que temos nesta altura”, disse um cidadão confiante em Venizelos.

“Ele tem mais hipóteses de sucesso que o anterior. Apresentar o verdadeiro problema da Grécia não é apenas aumentar os impostos. Deviam dar-nos mais tempo para cumprir as nossas obrigações”, disse um outro.

Enquanto na Grécia os protestos populares contra as medidas governamentais continuam, hoje, os ministros das Finanças da zona euro vão tentar dar um balão de oxigénio à Grécia através do desbloqueamento de empréstimos de curto prazo para acalmar os mercados financeiros antes da adoção de um empréstimo de longo prazo.