Última hora

Última hora

Os "indignados" voltam a sair à rua em Espanha

Em leitura:

Os "indignados" voltam a sair à rua em Espanha

Tamanho do texto Aa Aa

O movimento dos indignados volta a tomar as ruas das principais cidades espanholas. Em Madrid, seis marchas diferentes vão reunir-se frente ao parlamento, onde a polícia montou um importante dispositivo de segurança.

O movimento que se apresenta como apolítico e pacífico, é inflamado pela crise económica em Espanha, quando a dívida pública continua a aumentar desde 2008 e onde o desemprego roça os 20%.

“Os políticos continuam a ignorar-nos, continuam a dizer que protestamos contra a crise, por causa do desemprego. Nós protestamos contra a sua atitude e não gostamos que continuem a ignorar os nossos protestos. Temos uma mensagem clara, mas que continua a ser manipulada, e enquanto não a perceberem vamos continuar a sair à rua”, afirma um manifestante.

Esta é a terceira grande manifestação do movimento surgido no dia 15 de Maio, iniciado pelo protesto chamado dos “jovens sem futuro” e que levou milhares de pessoas a acamparem no centro das principais cidades espanholas para reclamar “uma democracia real”.

Estão convocadas também cerca de 98 manifestações em todo o mundo, de apoio aos “indignados” espanhóis.