Última hora

Última hora

Tunísia: Casal Ben Ali condenado, à revelia, a 35 anos de prisão

Em leitura:

Tunísia: Casal Ben Ali condenado, à revelia, a 35 anos de prisão

Tamanho do texto Aa Aa

O tribunal de Tunes condenou, à revelia, o antigo ditador Ben Ali e a mulher a trinta e cinco anos de prisão.

No primeiro dia da audiência, e na ausência dos arguidos, os juízes reconheceram as acusações de corrupção e roubo de divisas estrangeiras e jóias, condenando também os Ben Ali a uma multa de 45 milhões de euros.

O casal deverá ser julgado, no dia 30, pelas acusações de posse ilegal de armas.

A defesa tinha pedido o adiamento do processo, que deverá centrar-se também na responsabilidade do ex-presidente na morte de mais de 300 manifestantes durante o movimento de revolta, em Janeiro.

Numa carta dirigida ao Tribunal, Ben Ali, que se encontra refugiado na Arábia Saudita, nega as mais de 90 acusações contra ele, declarando que não deu ordem para disparar sobre os manifestantes.

O ex-ditador afirma também que não fugiu do país, mas que foi impedido de regressar, depois do avião pessoal ter partido sem ele da Arábia Saudita.