Última hora

Última hora

Holofotes virados para o parlamento grego

Em leitura:

Holofotes virados para o parlamento grego

Tamanho do texto Aa Aa

O remodelado governo grego enfrenta esta terça-feira uma moção de confiança e em risco está o novo plano de austeridade exigido pelo FMI e a União Europeia para o país aceder ao reforço do auxílio financeiro externo.

O primeiro-ministro George Papandreou esteve em Bruxelas esta segunda-feira para apresentar as medidas de austeridade. A mensagem foi de coragem e determinação. “Quero dizer que, como país e governo, estamos determinados a fazer avançar o programa, fazer o que for preciso para pôr o país muito melhor, fiscalmente, numa posição viável”, disse.

É o tudo ou nada. Ou a Grécia aprova as medidas de austeridade ou o país não recebe mais qualquer tostão. Mas a oposição grega parece não estar disponível para apoiar os socialistas no poder e a maioria dos cidadãos também não vê com bons olhos mais um aumento dos impostos e as privatizações que estão na forja.