Última hora

Última hora

Acusação quer 10 mil euros de John Galliano

Em leitura:

Acusação quer 10 mil euros de John Galliano

Tamanho do texto Aa Aa

A acusação quer 10 mil euros do estilista britânico John Galiano de forma a compensar as alegadas injurias antissemitas proferidas a duas pessoas num bar em fevereiro. Galliano diz não se lembrar do sucedido por estar encharcado em álcool e drogas na altura.

O advogado de defesa do estilista confirma a versão apresentada no tribunal de Paris. “Ele observou o vídeo e viu um homem estranho a dizer coisas… ele sabe que o vídeo existe e que diz que a pessoa que diz aquelas coisas é ele. A única coisa é que ele quer dizer é que não é antissemita”, referiu Aurelien Hamelle.

Em sua defesa, o antigo “designer” da Christian Dior referiu ser dependente de álcool, valium e soníferos, que está a seguir um programa de reabilitação e que toda a vida lutou contra o preconceito, a intolerância e a descriminação.

No entanto, há indícios de outros episódios semelhantes do estilista.