Última hora

Última hora

Bolívia renuncia à convenção antidroga da ONU

Em leitura:

Bolívia renuncia à convenção antidroga da ONU

Tamanho do texto Aa Aa

Na Bolívia, terceiro produtor mundial de cocaína atrás da Colômbia e do Peru, o congresso aprovou quarta-feira a petição do presidente Evo Morales que renuncia à convenção das Nações Unidas contra a droga, em protesto contra a não despenalização de mascar folhas de coca, o “acullicu”, uma prática secular na Bolívia.

A recusa em continuar a aplicar a convenção aconteceu antes da ONU apresentar os dados anuais da produção de coca nos países andinos e do chefe da luta antidroga do Governo de Morales, general René Sanabria, comparecer num tribunal de Miami, no qual, segundo os seus advogados, se irá declarar culpado de tráfico de droga.