Última hora

Última hora

Prada teve estreia discreta na Bolsa de Hong Kong

Em leitura:

Prada teve estreia discreta na Bolsa de Hong Kong

Tamanho do texto Aa Aa

A Prada não teve uma estreia de luxo na Bolsa de Hong Kong. O título do grupo italiano abriu e encerrou nos 39,6 dólares de Hong Kong (3,6 euros), um valor 0,25% acima do preço de introdução.

“As marcas de luxo italianas estão a viver o seu crescimento mais robusto na China, comparativamente ao resto do mundo. A Prada vai tornar-se um líder na indústria de luxo para encorajar outras marcas do setor a entrarem na bolsa na China”, disse Ouyang Kun da World Luxury Association.

A Prada é o primeiro grupo de luxo italiano cotado na Bolsa de Hong Kong. A empresa preferiu a praça asiática a Milão ou Londres para introduzir em bolsa 20% do capital.

A marca foi acusada, quinta-feira, de discriminação sexual por um grupo de manifestantes que protestou frente a uma loja, em Hong Kong. Um alegado caso de assédio sexual e despedimento sem justa causa está a ser investigado.