Última hora

Última hora

Capacetes azuis para o Sudão

Em leitura:

Capacetes azuis para o Sudão

Tamanho do texto Aa Aa

O Conselho de Segurança das Nações Unidas decidiu, esta segunda-feira, enviar um contingente de capacetes azuis para o território sudanês de Abyei.

O contingente será inteiramente recrutado na Etiópia e terá 4200 efectivos.

A região está ocupada pelo exército de Cartun, desde 21 de Maio, obrigando à deslocação de mais de 100 mil pessoas, para o sul.

O representante permanente do Sudão,na ONU, diz que o objectivo é a dismilitarização da região:

“Em consequência desta resolução, as forças armadas sudanesas serão removidas, e também as forças do SPLA serão removidas. Toda a área ficará dismilitarizada, e então a presença das tropas etíopes será provisória”.

A missão dos capacetes azuis consiste em manter a paz e zelar pelo respeito dos direitos humanos, numa região que divide o Sudão do Sul-Sudão.

Os governos do Sudão e do Sul-Sudão convergiram na dismilitarização da região, depois de um acordo assinado a 20 de Junho.

Um dos objectivos deste contigente de capacetes azuis é garantir a estabilidade da região, de modo a permitir a distribuição de ajuda humanitária.

Logo após a chegada dos capacetes azuis, as tropas do Sudão iniciam a retirada. A garantia foi dada esta segunda-feira, em Nova York, pelo embaixador de Cartum, na ONU.

Os Estados Unidos apelaram ao bom senso das duas partes, quando estamos a poucos dias da independência do Sul-Sudão.