Última hora

Última hora

Christine Lagarde é a nova diretora-geral do FMI

Em leitura:

Christine Lagarde é a nova diretora-geral do FMI

Tamanho do texto Aa Aa

Sem surpresas, Christine Lagarde é a nova diretora-geral do FMI. O conselho de administração do Fundo Monetário Internacional escolheu, esta terça-feira, a ministra francesa da Economia para liderar a instituição, já a partir de 5 de julho.

Além do voto europeu e do norte-americano, Lagarde contou com o apoio do Brasil, Rússia e China.

Aos 55 anos, Christine Lagarde torna-se, assim, na primeira mulher à frente da instituição. Não só assegura a tradição de ser um europeu a dirigir o Fundo, como angaria apoios importantes entre os países emergentes, que criticavam o excesso de peso europeu no FMI e norte-americano no Banco Mundial.

Para trás fica o governador do Banco do México, Agustín Carstens, que conseguiu o apoio do Canadá, da Austrália, do Peru e do Chile.

Lagarde sucede a Dominique Strauss-Kahn, que abandonou o cargo em maio depois de ter sido acusado de agressões sexuais por uma empregada de hotel. Strauss-Kahn aguarda julgamento em prisão domiciliária, em Nova Iorque.