Última hora

Última hora

Libertação de jornalistas franceses celebrada em França

Em leitura:

Libertação de jornalistas franceses celebrada em França

Tamanho do texto Aa Aa

Dominados pela alegria, os familiares dos dois jornalistas franceses raptados no Afeganistão há um ano e meio não conseguiram conter as emoções ao receber a notícia da libertação.

Hervé Ghesquière e Stéphane Taponier estão sob proteção reforçada na base afegã de Tagab, de onde partirá um avião que os deverá trazer de volta a França esta quinta-feira pelas 8 horas (7 em Lisboa).

A notícia foi recebida com euforia na redação da cadeia televisiva France 3, onde trabalham os dois jornalistas.

Um repórter do canal já foi ao encontro dos companheiros e adiantou que eles estão “em muito boa forma física e condições morais”.

Capturados a 30 de dezembro de 2009 na província afegã de Kapisa, a cerca de 60 quilómetros de Cabul, os jornalistas estavam na altura acompanhados por três afegãos, dois deles já liberdade. O terceiro, o intérprete Reza Din, foi também agora libertado.

Desconhecem-se as circunstâncias da libertação, mas o ministro francês dos Negócios Estrangeiros assegurou que o país “não paga resgates”.