Última hora

Última hora

Partido Comunista chinês comemora 90 anos

Em leitura:

Partido Comunista chinês comemora 90 anos

Tamanho do texto Aa Aa

Com pompa e circunstância, a China prepara-se para celebrar os 90 anos do Partido Comunista.

Fundado a 1 de julho de 1921, a formação que governa a segunda economia do mundo há 61 anos preparou festas em várias cidades e grandes superproduções que chegam às salas de cinema nos próximos meses.

As livrarias estão cheias de histórias pintadas a vermelho e os museus vestiram-se a rigor com exposições evocativas.

Tudo, claro, sob o olhar atento de um forte dispositivo policial e de Mao Tse Tung, para muitos o eterno líder.

Apesar das críticas pela situação dos direitos humanos no país, o Partido Comunista diz que restaurou a prosperidade e dignidade depois daquilo a que chama “um século de vergonha e humilhação.”

Na véspera do aniversário, o Governo chinês, que exibe o poder com grandes obras de infraestrutura, inaugura dois projetos fundamentais para a economia nacional.

O primeiro é o esperado comboio de alta velocidade que liga Pequim e Xangai. A segunda empreitada é a ponte Haiwan, na baía de Qingdao, que, com 42,5 km de extensão, será a ponte mais longa do mundo sobre o mar.