Última hora

Última hora

Dominique Strauss-Kahn pode ser libertado

Em leitura:

Dominique Strauss-Kahn pode ser libertado

Tamanho do texto Aa Aa

As acusações contra o ex-diretor-geral do Fundo Monetário Internacional, FMI, estão por um fio.

A credibilidade da alegada vítima caiu por terra quando a procuradoria de Manhattan descobriu possíveis ligações com redes de tráfico de droga e branqueamento de capitais.

O gabinete do procurador terá conversas gravadas, da empregada da limpeza, sobre o pagamento pela acusação de agressão sexual.

Strauss-Kahn e a empregada de hotel terão, de facto, tido relações sexuais mas consentidas.

A informação é avançada pela imprensa americana, que adianta ainda que ao longo do processo a versão da vítima não foi consistente, baseou-se em mentiras e, segundo o gabinete do procurador, não seria sustentável em tribunal.

Dominique Strauus-Kahn será presente, esta sexta-feira, ao final da tarde, a tribunal, uma sessão que poderá ditar o desfecho do caso.