Última hora

Última hora

Kaddafi ameaça alastrar conflito líbio à Europa

Em leitura:

Kaddafi ameaça alastrar conflito líbio à Europa

Tamanho do texto Aa Aa

Mouammar Kaddafi recorre à derradeira arma para tentar pressionar a NATO a suspender os bombardeamentos no país.

Numa mensagem telefónica, o dirigente líbio ameaçou alastar o conflito ao Mediterrâneo e à Europa em especial aos países envolvidos nos ataques da NATO.

“Poderemos avançar sobre a Europa como grilos ou abelhas. Aconselhamos que façam marcha atrás para evitar uma catástrofe”, afirmou Kaddafi.

As ameaças ocorrem num momento em que resistência ao ditador se organiza nas montanhas nos arredores de Tripoli. Milhares de habitantes refugiaram-se nesta zona para escapar aos bombardeamentos na capital.

Em Rubjan, 50 líderes rebeldes uniram-se a um coronel desertor do exército de Kaddafi para preparar uma eventual ofensiva sobre a capital.

Foi nesta zona que França admitiu ter entregue armas aos rebeldes na semana passada.

O jornal francês “Le Figar“o, avançava também esta sexta-feira a informação de que uma parte do arsenal de Kaddafi estaria a ser pilhado por forças próximas da Al-Qaida.

Um risco adicional que aumenta o debate dentro da Aliança Atlântica sobre a possibilidade de um cessar-fogo para iniciar negociações com o regime líbio.

A União Africana anunciou esta sexta-feira que está disposta a lançar uma nova ronda de negociações na capital da Etiópia, depois de todos os esforços neste sentido terem, até hoje, fracassado.