Última hora

Última hora

Marroquinos votam reforma constitucional

Em leitura:

Marroquinos votam reforma constitucional

Tamanho do texto Aa Aa

Em Marrocos decorre esta sexta-feira o referendo sobre as reformas constitucionais propostas pelo Rei Mohamed VI.

No total, 13 milhões de eleitores são chamados a pronunciarem-se sobre a nova Constituição cujo objetivo seria reequilibrar os poderes em favor do primeiro-ministro e do Executivo.

O Rei contudo irá permanecer uma figura central no jogo político.

As alterações constitucionais foram anunciadas pelo Rei à nação no dia 17 de junho. Entre as medidas conta-se a criação de um Conselho Superior do poder Judicial, presidido pelo Rei, o reconhecimento da língua berbere como língua oficial, a par com o árabe, e a possibilidade do primeiro-ministro dissolver o parlamento, poder que agora é partilhado com o Rei.

Os opositores do Rei apelaram ao boicote e reclamam que as reformas ficam aquém do desejado.

O movimento “20 de fevereiro” defende que o Rei devia assumir um papel idêntico àquele dos monarcas britânico ou espanhol.