Última hora

Última hora

Manifestantes condenados na Bielorrússia

Em leitura:

Manifestantes condenados na Bielorrússia

Tamanho do texto Aa Aa

Cerca de 400 pessoas foram condenadas a penas de prisão de 15 dias, por terem participado num “protesto silencioso”.

O “Protesto silencioso”, ocorreu em Minsk, a capital e terminou com violência policial e prisões.

Centenas de pessoas foram detidas e várias dezenas escaparam, mas foram agorachamadasa tribunal.

Esta deveria ter sido uma manifestação pacífica, como outras que têm acontecido desde o início de junho, contra o regime do presidente, Alexander Lukashenko.

Um participante nesta iniciativa, disse ao que ia: “não quero este futuro, proposto pelo poder, para o meu filho.”

Os protestos deste domingo, que coincidiram com o vigésimo aniversário da independência, foram travados pela polícia.

“Construi este país e vocês dizem que não tenho o direito de me meter”, reclama uma mulher.

Mais uma manifestação contra o presidente Lukashenko que aproveitou a tradicional parada militar em Minsk para denunciar alegados planos de países ocidentais para instigar uma revolução no seu país.

Também este fim de semana foi detido o ex-presidente e membro da oposição quando regressava à Bielorrússia depois de um encontro, na Lituânia, com a secretária de Estado norte-americana.