Última hora

Última hora

Japão: Ministro para a Reconstrução dura uma semana

Em leitura:

Japão: Ministro para a Reconstrução dura uma semana

Tamanho do texto Aa Aa

O ministro japonês para a Reconstrução, nomeado há apenas uma semana, foi obrigado a demitir-se na sequência de declarações polémicas sobre as regiões e as populações afetadas pelo sismo e pelo tsunami.

Numa visita às perfeituras de Iwate e Miyagi, Ryu Matsumoto declarou diante dos jornalistas que o governo “não iria ajudar municipalidades que não contribuissem com ideias”; insultou o governador de Miyagi e recusou-se a apertar-lhe a mão, por tê-lo feito esperar e ameaçou os jornalistas de perseguição se divulgassem aquilo a que assistiram.

Foi demasiada prepotência para um país em sofrimento. Matsumoto pediu desculpas, mas foi obrigado a demitir-se sob pena de arrastar na corrente o mais frágil dos primeiros-ministros que o Japão conheceu no pós guerra.