Última hora

Última hora

Portugal: Barroso critica corte da Moody's

Em leitura:

Portugal: Barroso critica corte da Moody's

Tamanho do texto Aa Aa

A economia europeia continua a ser dominada pelas agências de notação norte-americanas.

Agora o alvo foi Portugal, que assistiu impotente ao corte que a Moody’s fez do seu rating para “lixo”.

O presidente da Comissão Europeia, Durão Barroso, lamentou a decisão e incentivou Lisboa a prosseguir o rumo das reformas negociado com a União Europeia e o FMI.

“A decisão tomada ontem por uma agência de rating não esclarece nada. Pelo contrário, adiciona mais um elemento especulativo à situação”, sublinhou Barroso

Por seu lado, Amadeo Altafaj Tardio, porta-voz do comissário europeu dos Assuntos Económicos, lembrou que “o timing da decisão da Moody’s é questionável e que esta é baseada em cenários hipotéticos que não estão em linha com o programa económico”.

Ainda segundo Amadeo Tardio, trata-se de “um episódio infeliz, que levanta mais uma vez a questão do comportamento das agências de notação”.