Última hora

Última hora

Cameron quer transparência na imprensa britânica

Em leitura:

Cameron quer transparência na imprensa britânica

Tamanho do texto Aa Aa

A polícia britânica deteve antigo porta-voz do actual primeiro-ministro, no âmbito do escândalo sobre as escutas ilegais.

Andy Culson enfrenta acusações de corrupção por supostos pagamentos a policias em troca de informações.

Coulson demitiu-se em janeiro do cargo de diretor de comunicação de Cameron, depois de meses de pressão pelas revelações feitas quando era chefe de redação do semanário News of the World.

Este episódio aumenta a pressão sobre o chefe do governo, muito criticado por ter contratado o jornalista, mesmo sabendo da sua implicação aos escândalos que explodiram em 2006.

Cameron declarou que decidiu dar uma segunda chance a Coulson e assumiu “plena responsabilidade” pela contratação.

Reagindo hoje em conferência de imprensa o chefe do governo anunciou a abertura formal de duas investigações públicas. Uma delas sobre as práticas do News of the World para examinar a ética e a cultura da imprensa no país.

O caso das escutas, que inicialmente afetava essencialmente políticos e famosos, tornou-se mais polémico esta semana com a revelação de que parentes de vítimas de crimes, dos atentados terroristas de Londres e até familiares de soldados mortos no Iraque e Afeganistão foram igualmente escutados.