Última hora

Última hora

Economia dos Estados Unidos gera poucos empregos em Junho

Em leitura:

Economia dos Estados Unidos gera poucos empregos em Junho

Tamanho do texto Aa Aa

As notícias que chegam do mercado de trabalho norte-americano são piores do que se esperava.

A maior economia do mundo criou apenas 18 mil empregos em Junho e as autoridades reviram em baixa os dados do mês de maio.

Em vez dos 54 mil postos de trabalho anunciados no mês passado, a economia norte-americana criou apenas 25 mil.

Contrariando as expectactivas dos analistas que esperavam melhorias, a taxa de desemprego de Junho subiu para os 9,2 por cento, o valor mais elevado dos últmos nove meses.

O desemprego aumenta de forma contínua desde março é um dos maiores quebra-cabeças do governo de Barack Obama.

“O relatório sobre o emprego confirma o que muitos americanos já sabiam. Ainda temos um longo caminho a percorrer e muito trabalho a fazer para dar às pessoas a segurança e as oportunidades que elas merecem. Os problemas na Grécia e na Europa, além da incerteza em torno do aumento do nível da dívida dos Estados Unidos contribuem para que as empresas hesitem em investir de forma mais agressiva. Os atuais desafios económicos nao surgiram do dia para a noite e não serão resolvidos tão depressa”, declarou o chefe da Casa Branca.

Barack Obama alertou os congressistas para uma nova recessão económica caso o limite da dívida dos Estados Unidos não seja aumentado, já que pode conduzir a uma situação de incumprimento.

Republicanos e Democratas não se entendem sobre esta matéria deverão voltar a reunir-se para chegar a um consenso.