Última hora

Última hora

Acidente no Volga fatal a 130 pessoas

Em leitura:

Acidente no Volga fatal a 130 pessoas

Tamanho do texto Aa Aa

Reduz-se a esperança de encontrar sobreviventes do naufrágio do Bulgária no rio Volga.

O último balanço oficial contabiliza 130 mortos do total das 208 pessoas a bordo, sendo este acidente considerado o pior do país nos últimos 30 anos.

Segundo os primeiros elementos da investigação, o navio iniciou o cruzeiro apesar de uma falha no motor principal esquerdo e quando inclinava para estibordo.

Entre os sobreviventes ou familiares das vítimas fica uma história triste para contar.

“Perdi o meu filho de 21 anos, ele perdeu a mãe, e eu perdi a minha esposa”.

“Eles iam casar-se dia 25 de julho, o marido sobreviveu, falei com ele pelo telefone, ele disse que tentou segurar a mão dela mas não conseguiu, ela caiu.”

O barco, que se afundou em poucos minutos a três quilómetros da margem, econtra-se agora a 20 metros de profundidade, depois de ter se partido em quatro pedaços”.

Esta embarcação estava em serviço há 56 anos. Foi reformada há 30 anos e não tinha licença para transportar passageiros, um barco nunca modernizado, como a maioria dos barcos que navegam no Volga.

O “Bulgaria” que transportava quase 60 crianças, naufragou na manhã de domingo em Tartaristan, 800 quilómetros ao leste de Moscovo atormentado por uma violenta tempestade.