Última hora

Última hora

Líbia: Paris e Tripoli trocam mensagens

Em leitura:

Líbia: Paris e Tripoli trocam mensagens

Tamanho do texto Aa Aa

A negociação do fim do conflito líbio foi assumida oficialmente por Paris e por Tripoli, embora com versões diferentes.

No domingo durante uma entrevista televisiva, o ministro da Defesa francês, Gérard Longuet, disse que o fim dos bombardeamentos está condicionado ao início de um diálogo entre o regime de Tripoli e os rebeldes do CNT.

No mesmo dia, também Alain Juppé defendeu um processo de negociação entre o CNT e aqueles que, em Tripoli, compreenderam que Kadhafi não tinha futuro.

A via negocial foi igualmente evocada por Saif al-Islam, um dos filhos de Muammar Kadhafi, que numa entrevista ao jornal argelino El Khabar afirmou que as negociações estão em curso e não são entre Tripoli e o CNT, mas entre Tripoli e Paris.

Não obstante, na Líbia as forças de Kadhafi tentam recuperar o controlo da cidade de Goualich, a sul de Tripoli, caída nas mãos dos rebeldes a semana passada.