Última hora

Em leitura:

Tragédia humana no Corno de África


Mundo

Tragédia humana no Corno de África

Dadaab, no Norte do Quénia, um campo preparado para receber 90 mil pessoas, é agora o maior campo de refugiados do mundo. 382 mil pessoas encontram-se aqui e cada dia chega uma média de 1400 pessoas, e outras 1700 pedem ajuda no campo de Dolo Ado, na Etiópia.

Mais de metade das crianças estão subnutridas, todos os dias morre bebes. Este médico diz que hoje não perderam nenhum mas há dias que morrem quatro crianças de hipotermia e hipoglicemia.

Na Somália, Quénia, Etiópia, Uganda e Djibuti, 12 milhões de pessoas segundo as estimativas de organizações humanitárias estão a ser afetadas.

Segundo o Programa Alimentar Mundial, cerca de 10 milhões de pessoas precisam de ajuda humanitária urgente.