Última hora

Última hora

Governo acusa igreja irlandesa no tratamento de casos de pedofilia

Em leitura:

Governo acusa igreja irlandesa no tratamento de casos de pedofilia

Tamanho do texto Aa Aa

A resposta a Igreja Católica, ao escândalo da pedofilia não convence as autoridades civis.

O governo irlandês considera-a mesmo “inadequada e inapropriada”.

O Bispo Emérito da Diocese de Cloyne, John Magee é visado de forma muito particular nesta crítica.

Após dois anos de investigação, são as próprias vítimas que acusam a Igreja de não as ter ajudado, com a única preocupação de defender a instituição.

O ministro da Justiça também não poupa nas críticas:

“O relatório atribui a responsabilidade preliminar ao Bispo da Diocese. Diz, igualmente, que a pessoa encarregada pela diocese para investigar, de novo, queixas contra padres, por abusos sexuais de crianças, não cumpriu os procedimentos, nem as diretivas da estrutura, em particular, a exigência relatar os casos de abuso às autoridades civis”.

O escândalo rebentou há dois anos, no sul da Irlanda, envolvendo 19 padres e bispos, alguns deles já falecidos.

Só três passaram pela justiça, com uma única condenação.