Última hora

Última hora

Murdoch desiste da BSkyB

Em leitura:

Murdoch desiste da BSkyB

Tamanho do texto Aa Aa

Rupert Murdoch deitou a toalha para o ringue: o magnata dos media desistiu da tentativa de controlar o império britânico de comunicação BSkyB, casa-mãe dos canais de televisão Sky.

Isto depois do escândalo de escutas ilegais que obrigou ao fecho do News of the World e numa altura em que o caso faz debate na Câmara dos Comuns.

O primeiro-ministro David Cameron aplaude: “Foi a decisão certa, também para o país. Agora é preciso continuar com a investigação da polícia e o inquérito da justiça que se começou hoje”.

No parlamento, Ed Milliband, líder da oposição trabalhista, pediu explicações sobre a contratação de um editor do grupo de Murdoch para assessor de comunicação de David Cameron. Milliband mostrou-se também contente com a decisão de Murdoch de desistir da compra da BSkyB: “É uma vitória para todos, neste país, que se sentiram ofendidos com este caso sde escutas telefónicas e não acreditaram que, enquanto esta investigação prossegue, o Sr. Murdoch pudesse aumentar a presença nos media britânicos”.

A falta de escrúpulos de certos jornais, em casos como este, levou a um sentimento popular contra Rupert Murdoch. Em Londres, foi feita uma manifestação contra a possibilidade do magnata expandir o império.

A tentativa da News Corporation de comprar a BSkyB está enterrada. É uma derrota para o império dos media de Rupert Murdoch, mas os ativistas em Downing Street não ficam contentes enquanto não houver resultados deste inquérito às práticas pouco éticas do jornalismo britânico.