Última hora

Última hora

Rússia: duas detenções após tragédia no Volga

Em leitura:

Rússia: duas detenções após tragédia no Volga

Tamanho do texto Aa Aa

As autoridades russas detiveram o inspetor de transporte fluvial que autorizou a travessia, bem como a diretora da companhia que alugou o navio turístico que se afundou no rio Volga, fazendo mais de uma centena de mortos.

Até ao momento, foram recuperados os corpos de 104 vítimas do naufrágio do “Bulgaria”, no domingo. Setenta e nove pessoas escaparam com vida. Outras 25 continuam desaparecidas, naquela que é já a pior tragédia fluvial na Rússia desde a queda do bloco soviético.

Nos próximos dias, serão lançadas as operações para retirar o navio do fundo do Volga.

Apesar das causas do acidente ainda estarem por definir, as autoridades destacam o facto de a embarcação não ter licença válida para transporte de passageiros, ter um motor inutilizado e manter as janelas abertas durante uma travessia marcada pelo mau tempo.