Última hora

Em leitura:

Obama pede acordo urgente sobre a dívida


EUA

Obama pede acordo urgente sobre a dívida

Barack Obama pede um esforço aos congressistas republicanos para que ajudem a resolver o problema da dívida. Ao fim de cinco dias de negociação, continua o impasse. Os Estados Unidos correm o risco de entrar em defeito de pagamento.

“Temos muito pouco tempo à nossa frente, por isso o que eu disse aos membros do Congresso foi para, nas próximas 24 ou 36 horas, conseguirem um plano para subir o teto da dívida. Se esse plano for sério, então estou disposto a agir”, disse o presidente norte-americano.

Obama quer levantar o teto da dívida e ao mesmo tempo baixar o défice, nomeadamente através do fim dos benefícios fiscais aos mais ricos, dados pela administração Bush. Os congressistas republicanos, que Obama acusa de serem influenciados pelos lóbis, continuam a não estar convencidos em muitos pontos. O prolongamento destas negociações levou já a Moody’s a ameaçar baixar o “rating” da dívida norte-americana, um cenário inimaginável há poucos anos.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Advogado de vítimas diz que a demissão de Brooks pecou por tardia