Última hora

Em leitura:

Encontro de Obama com Dalai Lama enfurece China


EUA

Encontro de Obama com Dalai Lama enfurece China

O presidente norte-americano apoia os direitos humanos no Tibete. A posição ficou expressa este sábado durante um encontro de Barack Obama com o Dalai Lama, um encontro amplamente criticado pela China.

A reunião entre os dois prémios Nobel realizou-se longe da Sala Oval, geralmente reservada a líderes mundiais.

Além de apoiar da liberdade religiosa, cultural e linguísticas do povo tibetano, Obama reafirmou que os Estados Unidos consideram o Tibete parte territorial da China.

Mas Pequim reagiu de imediato considerando que a reunião do presidente norte-americano com o líder espiritual tibetano danificou as relações entre os dois países.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Kadafi deixa recado à comunidade internacional