Última hora

Última hora

Dia negro para os mercados financeiros

Em leitura:

Dia negro para os mercados financeiros

Tamanho do texto Aa Aa

O impasse sobre o limite do teto da dívida pública dos Estados Unidos e o segundo resgate à Grécia estão a penalizar os mercados americanos e europeus.

As principais bolsas começaram a semana em terreno negativo.

Os resultados dos testes de resistência feitos a 90 bancos europeus, divulgados na sexta-feira, também, não contribuíram para reforçar a confiança no sistema financeiro.

A população diz que não tem escolha:

“Tenho de confiar nos bancos porque é lá que tenho o meu dinheiro. Espero que não se afundem porque não tenho escolha. Não posso guardar o dinheiro debaixo da almofada” afirma uma mulher.

A três dia da cimeira extraordinária dos líderes da zona euro, em Bruxelas, o ouro bate um novo máximo histórico e atinge os 1.600 dólares por onça.

A impulsionar a procura do metal precioso está o receio dos investidores em relação à crise da dívida europeia, numa altura em que o risco de contágio a outras economias parece iminente.

Os investidores estão também de olhos postos na luta partidária nos Estados Unidos. A ausência de um acordo entre republicanos e democratas faz aumentar os receios do país entrar em incumprimento.