Última hora

Última hora

Hoare: "Quando havia uma história era preciso consegui-la de qualquer maneira"

Em leitura:

Hoare: "Quando havia uma história era preciso consegui-la de qualquer maneira"

Tamanho do texto Aa Aa

Foi o primeiro a denunciar a prática seguida pelo News of The World. Sean Hoare apareceu morto em casa, esta segunda-feira. O resultado da autópsia vai ser conhecido ainda hoje.

As palavras do jornalista correram o mundo e mostraram a que se preço foram conseguidas várias manchetes

Hoare: “Quando havia uma história era preciso consegui-la de qualquer maneira.”

Jornalista : Esteve sujeito a essa pressão?

Hoare: “Sim, claro. Essa é a cultura da News Internacional.”

A polícia não considera a morte suspeita.

Os vizinhos dizem que nas últimas semanas o comportamento do jornalista se alterou.

Coincidência ou não, o timing da morte surpreendeu tudo e todos.

“O timing é extraordinário porque foi o primeiro a dizer que as escutas ilegais no News of the World eram uma prática sistemática, contrariando aquilo que na altura dizia a News Internacional. Por isso, o timing da morte é dramático. Não falei com ninguém, mas creio que a classe acredita que se trata de uma morte natural, que é uma coincidência macabra” afirma Ben Chu do jornal britânico The Independent.

Hoare denunciou, também, o envolvimento de Andy Coulson, o antigo diretor do News of the World, e mais tarde, diretor de comunicação do primeiro-ministro, David Cameron.