Última hora

Última hora

UE aperta regras sobre lixo nuclear

Em leitura:

UE aperta regras sobre lixo nuclear

Tamanho do texto Aa Aa

A União Europeia aprovou, esta terça-feira, novas regras para o tratamento do lixo nuclear. Até 2015, os estados-membros devem apresentar um programa sobre a forma como vão lidar com os resíduos radioativos. Ou criam “bunkers” no próprio território ou poderão recorrer a um centro de armazenamento localizado noutro país.

Para Mark Breddy, da Greenpeace, as novas normas limitam-se a exportar o problema. “A verdadeira questão é que o país que produz o lixo não vai lidar com ele e está a tentar que seja o problema de outros ao exportá-lo para a Rússia”, defende.

A Bulgária e a Hungria já têm acordos com a Rússia para transferir o lixo nuclear. O embaixador russo junto da União Europeia, Vladimir Chizhov, diz que são precisas mais regras porque se trata de “um negócio muito rentável”.

“O lixo nuclear não é apenas algo perigoso para o ambiente, é também um negócio muito rentável. Tratar do lixo nuclear é um assunto muito importante e delicado. Por isso, deveria ser devidamente regulamentado e monitorizado”, adverte Vladimir Chizhov.

Catorze países da União Europeia têm centrais nucleares. Os 143 reatores produzem, por ano, cerca de 50 mil metros cúbicos de resíduos radioativos.