Última hora

Última hora

Rudolph Hess: Túmulo do número 2 nazi retirado da cidade de Wunsiedel

Em leitura:

Rudolph Hess: Túmulo do número 2 nazi retirado da cidade de Wunsiedel

Tamanho do texto Aa Aa

O túmulo de Rudolph Hess, número 2 nazi, esteve aqui, na cidade de Wunsiedel, desde 1987.

Mas agora já não está.

Os seus restos mortais foram exumados e o seu túmulo destruído.

A paróquia protestante da cidade de menos de 10 mil habitantes decidiu não renovar a concessão familiar onde o ex-líder nazi repousava para impedir as reuniões de neonazis no aniversário de seu suicídio, a 17 de agosto de 1987.

Uma residente na cidade diz que é bom que tenha saído e que espera que não volte.

Outra pessoa questionada diz ser um grande passo em frente para a comunidade local, pois todos os anos se sentiam limitados devido às celebrações e nem saíam com as crianças à rua.

Considerado um mártir na comunidade neonazi, o homem que foi o braço direito de Hitler é objeto de culto por parte dos extremistas de direita na Alemanha, que durante muito tempo se reuniram diante de seu túmulo nos dias 17 de agosto.

Ex-número dois do partido de Hitler, Rudolf Hess foi condenado à prisão perpétua durante o julgamento contra os chefes nazis em Nuremberg, após a guerra.