Última hora

Última hora

Zona Euro: Acordo à vista

Em leitura:

Zona Euro: Acordo à vista

Tamanho do texto Aa Aa

As soluções para o segundo pacote de ajudas à Grécia poderão ser interpretadas como um incumprimento seletivo de Atenas. O projeto de acordo franco-alemão que é apresentado, esta quinta-feira, na cimeira dos lideres da zona euro, em Bruxelas, deve passar pela participação do setor privado para diminuir a dívida grega.

A chanceler alemã, Angela Merkel, mostrou-se confiante que a cimeira vai resultar num novo plano de resgate para a Grécia, “para eliminar o problema pela raiz, ao reduzir o volume da dívida grega e ao melhorar a competitividade do país”.

Após semanas de divisões, ontem a chanceler alemã, Angela Merkel, e o presidente francês, Nicolas Sarkozy, alcançaram um acordo para um segundo pacote de empréstimos à Grécia. A ideia de um imposto sobre os bancos terá sido abandonada e as principais opções em cima da mesa passarão pela compra de uma parte da dívida grega e uma troca de obrigações pelos credores privados.

O presidente da Comissão Europeia mostrou-se confiante nos resultados desta cimeira considerada vital para evitar a bancarrota de Atenas e travar o perigo de contágio da crise da dívida soberana a outros países como a Itália e a Espanha. Durão Barroso disse ter a certeza que vai ser encontrada uma “boa solução para a Grécia e para todos os estados-membros”.