Última hora

Última hora

"Fim de semana quente" em Washington

Em leitura:

"Fim de semana quente" em Washington

Tamanho do texto Aa Aa

Barack Obama diz que todos os norte-americanos vão sofrer se o Congresso não chegar a acordo para aumentar o teto da dívida.

Numa fase crítica das negociações, a menos de duas semanas da data limite para um acordo, o presidente dos Estados Unidos deixou uma garantia na Universidade de Maryland. “Nós nunca entramos em incumprimento e não o vamos fazer agora. Se vamos reduzir o défice, os americanos mais ricos e as maiores empresas devem fazer a sua parte”, sublinhou.

Mas o presidente republicano da Câmara dos Representantes, John Boehner, diz que até agora não há acordo para cortar a despesa e aumentar o limite da dívida. “Não houve acordo, público ou privado, e, francamente, não estamos perto de um acordo. Portanto, eu diria apenas que vai ser um fim de semana quente aqui, em Washington”, disse Boehner.

O Senado rejeitou, esta sexta-feira, um projeto de lei republicano que propunha cortes radicais na despesa pública como condições para elevar o limite de endividamento do país.