Última hora

Última hora

Volta a França: Cadel Evans veste amarela a um dia do final

Em leitura:

Volta a França: Cadel Evans veste amarela a um dia do final

Tamanho do texto Aa Aa

Cadel Evans já pode encomendar as garrafas de champanhe, só uma hecatombe lhe poderá retirar a vitória na Volta a França. O australiano arrasou a concorrência no contrarrelógio de Grenoble, roubando uns impressionantes 2m31’ ao anterior líder Andy Schleck.

Apesar de ter dado cartas na montanha, o luxemburguês desiludiu na hora H e terá de se contentar com a segunda posição pelo terceiro ano consecutivo.

Aos 34 anos Evans está prestes a realizar um sonho, vencendo finalmente a prova mais importante do calendário velocipédico mundial depois de terminar por duas vezes no segundo posto, tornando-se ainda no primeiro australiano a subir ao lugar mais alto do pódio em Paris.

A vitória na penúltima etapa foi para o alemão Tony Martin, especialista no contrarrelógio e o único a conseguir registar um tempo mais rápido que Evans.

Rui Costa voltou a estar em bom plano e subiu ao 91º posto no entanto o melhor português continua a ser Sérgio Paulinho na 81º posição.

Este domingo o pelotão chega aos Campos Elísios para o final de mais uma Volta a França e a consagração de Cadel Evans.

Bruno Sousa