Última hora

Última hora

Noruega: vítimas de ataques homenageadas na catedral de Oslo

Em leitura:

Noruega: vítimas de ataques homenageadas na catedral de Oslo

Tamanho do texto Aa Aa

As vítimas dos ataques que fizeram 93 mortos na Noruega foram homenageadas este domingo numa cerimónia religiosa na catedral de Oslo.

O primeiro-ministro Jens Stoltenberg frisou que “cada uma das vítimas representa uma tragédia”.

Durante a cerimónia, os reis e outros participantes não conseguiram conter as lágrimas.

Pouco depois do fim da cerimónia, meios de comunicação locais noticiaram várias detenções, num raide da força antiterrorista norueguesa lançado nos arredores de Oslo. Mas as autoridades libertaram rapidamente as pessoas detidas durante a operação, frisando que não estão envolvidas nos ataques e que não foram encontrados explosivos.

Apesar do autor confesso ter dito agir sozinho, as autoridades não excluem a hipótese de ter recebido ajuda.

A Noruega está de luto e centenas de pessoas continuaram, durante todo o fim-de-semana, a depositar flores na capital para lembrar as vítimas.

Sete pessoas morreram na explosão da bomba colocada junto à sede do governo e outras 86 no tiroteio na ilha de Utoeya, onde prosseguem as operações para tentar localizar seis adolescentes, que continuam desaparecidos.