Última hora

Última hora

Alemanha: Tragédia de Duisburgo foi há um ano

Em leitura:

Alemanha: Tragédia de Duisburgo foi há um ano

Tamanho do texto Aa Aa

Em Duisburgo, na Alemanha foi realizada uma cerimónia em memória das vítimas da tragédia do festival Love Parade ocorrida há um ano naquela cidade.

Os nomes das 21 pessoas que morreram durante a fuga precipitada foram evocados durante o ato.

Para muitos dos sobreviventes, a vida depois da tragédia nunca mais voltou a ser o que era antes.

“Fisicamente mudaram muitas coisas. Não consigo dormir, tenho pesadelos. Tornei-me uma pessoa completamente diferente. Não sou a pessoa que era outrora”, disse Wolfgang Locke.

Às primeiras horas de domingo centenas de cidadãos começou a depositar flores e a acender velas no túnel e nas escada adjacentes por onde centenas de pessoas, tentaram escapar ao sentirem-se encurraladas.

Num processo longo, ainda não foi apurado concretamente quem é o responsável pela tragédia que teve origem na ausência quase total de condições de segurança, nomeadamente saídas de emergência.

No estádio com capacidade para 250 mil pessoas, estariam na altura do acidente cerca de um milhão.

A maioria das vítimas morreu por asfixia ou esmagada quando tentava escapar à avalanche humana provocada pelo pânico verificado no túnel que era simultaneamente o único acesso e saída do recinto.