Última hora

Última hora

Noruega: Breivik poderá ser julgado por genocídio

Em leitura:

Noruega: Breivik poderá ser julgado por genocídio

Tamanho do texto Aa Aa

O responsável dos atentados de sexta-feira na Noruega poderá ter agido sozinho.

Num momento em que as homenagens às vítimas se multiplicam no país, os novos dados da investigação policial apontam para a ação de um solitário.

Anders Breivik, que compareceu ontem pela primeira vez em tribunal, afirmara ter sido auxiliado por duas células do seu movimento extremista.

Numa audiência à porta fechada, os juízes decidiram colocar o suspeito em prisão preventiva por oito semanas, enquanto aguarda julgamento.

Dada a gravidade dos ataques, Breivik poderá ser o primeiro norueguês a ser julgado no país por genocídio, incorrendo numa pena de até 30 anos de prisão.

O chefe da polícia norueguesa confirmou que o homem de 32 anos é o único suspeito dos dois ataques. “A nossa prioridade é descobrir outros cúmplices desta ação”.

Os dois atentados, no centro de Oslo e em Utoya, provocaram 76 mortos. A polícia prossegue as buscas na pequena ilha norueguesa.

Uma actuação que suscita cada vez mais interrogações, em particular depois da revelação de que as autoridades estariam ao corrente das atividades de Breivik, desde Março, quando adquiriu produtos químicos numa loja na Polónia.