Última hora

Última hora

Pai de Breivik: "Ele devia ter-se matado"

Em leitura:

Pai de Breivik: "Ele devia ter-se matado"

Tamanho do texto Aa Aa

O pai de Anders Behring Breivik, o autor dos atentados de Oslo e Utoeya, a viver no sul de França, agora sob proteção policial, concedeu um entrevista ao canal norueguês TV2.

Repórter – Disse que não tem havido muito contacto entre vocês. Já pensou apoiá-lo e ir para a Noruega, ou fazer algo pelo seu filho?

Jens Breivik – Não. Nunca mais quero falar com ele. Nos momentos mais sombrios, penso que em vez de ter morto todas aquelas pessoas, devia ter-se matado.

R – Isso é muito forte, vindo do pai.

JB – É, mas ao pensar no que aconteceu, fico muito zangado e ainda não compreendo que uma coisa como esta tenha acontecido. Nenhum ser humano normal faria algo semelhante.

Jens Breivik não estava com o filho há vários anos. Foi através da internet que soube que ele tinha assumido a responsabilidade dos atentados.