Última hora

Última hora

Alerta à bomba em Oslo revelou-se falso

Em leitura:

Alerta à bomba em Oslo revelou-se falso

Tamanho do texto Aa Aa

Falso alerta à bomba na estação ferroviária de Oslo semeou o pânico na capital norueguesa ainda a recompor-se do duplo atentado terrorista.

A estação foi esta manhã parcialmente evacuada mas duas horas mais tarde, depois que a equipa de minas e armaddilhas ter inspecionado toda a zona o alerta foi suspenso.

O governo norueguês saiu hoje também em defesa da polícia, depois das críticas dos sobreviventes da matança na ilha de Utoya, que questionavam o tempo que as forças de segurança demoraram a reagir .

O primeiro ministro elogiou a acção da polícia norueguesa e refutou as críticas sobre a lentidão e sobre a suposta negligência das autoridades, que não levaram em consideração as informações relativas ao suspeito obtidas em março passado.

Anders Behring Breivik fazia parte de uma lista de 60 pessoas que compraram na Polónia produtos químicos usados na fabricação de explosivos.

A polícia destruiu uma série de explosivos que estavam armazenados na quinta arrendada por Breivik, onde a bomba terá sido fabricada.

As descobertas feitas nesta quinta representam um avanço importante nas investigações.

O material explosivo foi detonado no local, em Rena, a cerca de 160 quilómetros a norte da capital.