Última hora

Última hora

Cuba promete reformas

Em leitura:

Cuba promete reformas

Tamanho do texto Aa Aa

O vice-presidente cubano, Machado Ventura, garante que o país está na via das reformas políticas e económicas, mas pediu paciência…
 

A promessa foi deixada nas celebrações do Dia do Rebelde, o aniversário do ataque ao quartel de Moncada, em Santiago de Cuba, que marcou o início da Revolução Cubana: “Falamos claramente ao povo: podem ter a certeza que cumprimos aquilo que prometemos. Sem pressa, mas também sem pausa”, disse o número dois do regime cubano, durante o discurso.
  

Alguns aspetos da reforma económica estão já em marcha. Entre eles, o facto de os cubanos poderem agora ser proprietários da casa onde vivem. Mas o processo de compra nem sempre é fácil. É preciso contar com a corrupção.
  

“Tenho o dinheiro, mas não pude comprar, porque há uma parte que é preciso pagar por debaixo da mesa. E se as autoridades descobrem, confiscam-nos a casa, perdemos tudo. Estas práticas continuam a ser aplicadas”, diz um candidato à compra de casa.
  

O plano de reformas inclui a abertura de vários setores à iniciativa privada – a agricultura, o comércio, a construção e os transportes. É a resposta do Estado à crise que está a devastar o país. Mas em termos de liberdades, Cuba continua e continuará a ser, pelo menos num futuro próximo, um regime de partido único.